Michael Pereira de Lira, Economista do Setor Público
  • Economista do Setor Público

Michael Pereira de Lira

Curitiba (PR)
198seguidores61seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Economista
Brasileiro, casado com uma linda mulher e pai de um filho que dá orgulho (iniciando seu curso de Direito), Economista e com Curso de Direito; Especialização em Finanças e Banking em 1990; MBA em Gestão Financeira, Auditoria e Controladoria em 2005; Mestrado em Economia e Finanças em 2007; Consultor Empresarial em Planejamento e Gestão; Analista Econômico com especialização em Estudos de Viabilidade Econômica e Financeira (English spoken) e Palestrante. SITE: http://www.michaellirapage.no.comunidades.net

Comentários

(666)
Michael Pereira de Lira, Economista do Setor Público
Michael Pereira de Lira
Comentário · há 5 dias
O melhor marketing que um escritório de advocacia pode criar, é demonstrar que os advogados possuem verdadeiro plano de contingência, para defender seus clientes de juízes que não interpretam a lei da mesma forma como o advogado o faz e expressa na petição, e os possíveis óbices na tramitação processual.

Não há nada mais frustrante para um cliente, por exemplo, que saber que seu advogado provou um erro material em um processo, que levou a consecução de uma sentença desfavorável ao mesmo, que levara ao bloqueio de seus bens.

É frustrante para o cliente saber que, no exemplo dado, a ação do seu advogado culminou com a anulação do processo, pois, os argumentos e fundamentos apresentados conduziram o juiz a decidir por extinguir a lide, mas, a velocidade do desbloqueio de seus bens não é a mesma velocidade do bloqueio.

Assim, considerando o exemplo, o principal fator que os escritórios de advocacia deve ter em sua inteligência em marketing é tratar este tipo de frustração, pois, para o cliente leigo, faltou algo para o advogado fazer e o mesmo não o fez.

O segundo fator é a confiança e transparência de seus atos com o cliente, pois, se no exemplo dado, o advogado pede mais um valor, a título de honorários, para entrar com uma petição de solicitação de desbloqueio de bens, no mesmo processo, só demonstrará que o cliente tem razão (Neste caso a atuação do advogado, e os honorários pagos, já que é um mesmo processo, deve abranger todas as diligências necessárias desde a anulação do processo e suas consequentes ações, até a baixa do mesmo, com ou sem resolução do mérito e, no exemplo, desbloqueio dos bens). Advogado que trata seu cliente desta forma, poderá até conseguir que seu cliente pague para ele ingressar com petição pedindo o desbloqueio (que deveria ser automático com a extinção do processo, no exemplo dado), mas, perderá o cliente que procurará outro profissional, quando precisar de serviços advocatícios.
Michael Pereira de Lira, Economista do Setor Público
Michael Pereira de Lira
Comentário · há 13 dias

Perfis que segue

(61)
Carregando

Seguidores

(198)
Carregando

Tópicos de interesse

(81)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Michael

Carregando

Michael Pereira de Lira

Entrar em contato